Forbes 20 de dezembro de 2023

Não dependa apenas do app do governo, conheça outras formas de proteger seu celular

O aplicativo “Celular Seguro” estará disponível para download nesta quarta-feira (20), mas existem outras maneiras de assegurar seus dados

Confira cinco maneiras — antes e depois de um imprevisto — de proteger os dados do seu celular.

A Agência Brasil publicou na noite de segunda-feira (18) um comunicado sobre o novo aplicativo de segurança para roubo de celulares do Ministério da Justiça e da Segurança Pública, o “Celular Seguro”, que estará disponível para download nesta quarta-feira (20).

“Caso você seja roubado, é só acionar o sistema por um computador vinculado à conta cadastrada no celular furtado, que operadora telefônica e bancos são notificados no mesmo instante, bloqueando acessos”, explicou o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta, em postagem nas redes sociais.

A nova plataforma foi desenhada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Porém, ainda que a ferramenta seja útil , é importante ter outras formas de se proteger, a Forbes Brasil reuniu, com a ajuda de Denis Riviello, diretor de segurança e produtos na Compugraf, cinco dicas para proteger seu smartphone.

Denis Riviello, diretor de segurança e produtos na Compugraf, aconselha os usuários a “fazer backups periódicos das informações, utilizar softwares de segurança, como o Google Authenticator, criar senhas fortes (e deixá-las registradas em cofres de senhas) e adotar a autenticação de dois fatores”, o executivo considera essas atitudes simples e precisas para evitar problemas futuros.

Veja 4 maneiras de proteger seu celular:

1.Mantenha aplicativos de rastreamento cadastrados e atualizados

Para iOS, o melhor método é o “Buscar Meu iPhone”, disponível para todos os usuários. Nos celulares operados por Android, o aplicativo oficial do Google é o “Encontre Meu Dispositivo”, que pode ser cadastrado facilmente em qualquer aparelho.

Em ambos os aplicativos, também é possível apagar todos os dados do aparelho mesmo à distância.

2.Contas essenciais

Se o pior acontecer, não esqueça de fazer login nos seus perfis mais importantes, seja de redes sociais ou aplicativos de trabalho, e alterar senhas e informações de cadastro o mais rápido possível.

3.IMEI

Mantenha o número do IMEI do seu celular sempre anotado em um local de segurança — Para encontrá-lo, acesse as configurações e busque pelas “informações do dispositivo”. Assim, quando for necessário, basta ligar para a operadora e solicitar o bloqueio do aparelho.

4.Mantenha contatos importantes seguros

Faça uma lista com os meios de contato mais importantes para casos de emergência, como o número de órgãos de segurança pública, atendimento ao consumidor do seu banco, e-mails importantes para o seu dia a dia, contatos telefônicos de amigos e familiares, tudo que seja necessário caso você perca seu aparelho.

 

Compugraf

Especialista em segurança de dados e certificada por parceiros reconhecidos mundialmente, a Compugraf está pronta para proteger sua empresa na era digital.

O que procura?