29 de novembro de 2018

O que levar em conta para escolher o software de gestão ideal para sua empresa? Essa pergunta pode rondar a cabeça de muitos líderes e gestores, independentemente da área em que a organização atua, sobretudo quando o objetivo é garantir a segurança da informação.

A implantação de um software de gestão sob medida passa por várias etapas. Tudo começa com uma avaliação calma das  necessidades da empresa neste momento. Muitos fatores devem ser observados antes da escolha do software. Dessa forma, é possível garantir melhores resultados ao optar por uma solução sob medida.

Em seguida, deve-se focar na escolha do produto e definição das funcionalidades, passando pelo tempo de implementação, treinamento de funcionários, suporte e gerenciamento de erros.

A consolidação de novas tecnologias nos últimos anos e as mudanças no mercado de software expandiram as possibilidades para aqueles que desejam implementar um sistema de gestão personalizado na empresa.

Hoje em dia, plataformas customizadas, com alta escalabilidade e que funcionam a partir da nuvem, configuram soluções que podem aumentar a qualidade dos serviços prestados pela empresa, a produtividade e também os lucros da companhia.

Um dos grandes desafios na fabricação dos softwares é transportar os valores culturais da empresa, que não podem ser ignorados, e transformá-los em aplicações para os usuários. A ferramenta deve surgir como um complemento aos processos da empresa, mas não pode ser mais importante que a ação das pessoas e seus conhecimentos.

Segurança da informação: o que levar em conta na escolha do software?

Escolher um software de gestão empresarial (ERP) é uma tarefa complexa, mas quando feita com cuidado e conhecimento de causa pode gerar grandes lucros e benefícios à empresa em termos de processos, além de garantir plena segurança da informação e dos dados que são compartilhados.

Quando bem implementado, o software pode auxiliar a empresa a atingir novas metas e mercados, além de automatizar processos de venda, logística e administração.

Trata-se de um sistema integrado para uma melhor gestão administrativa, financeira e também comercial, além de contribuir para uma maior segurança da informação. Por meio do software, diversos setores obtêm acesso a dados corporativos que podem auxiliar na tomada de decisão e execução dos processos internos.

Uma maior integração e automação entre os setores permite à empresa focar em áreas mais críticas, inclusive, realocando profissionais para funções mais estratégias nos processos da empresa. Sendo assim, a escolha do software pode ser uma ferramenta determinante para a melhoria de toda a estrutura corporativa.

Abaixo, vamos enumerar alguns pontos que devem ser considerados durante a escolha e fabricação de um software sob medida. Veja a seguir:

Atenção ao orçamento: otimize os custos

Apesar de estimular a praticidade, o software de gestão não deixa de ser uma arquitetura complexa e cujo funcionamento perfeito demanda muitas horas de desenvolvimento. Por essa razão, moldar um software sob medida exige um grande investimento e conhecimento. Contudo, deve ser observado realmente como investimento e não como um gasto fortuito.

Optar por alternativas baratas e de mais fácil instalação, porém, não é o melhor caminho. A construção do software deve ser feita com cuidado, uma vez que não deve permitir falhas na segurança e gestão dos processos.

Cuidado com os critérios técnicos

Priorizar a questão do custo em detrimento de outros detalhes pode representar graves prejuízos. Os softwares de gestão são ferramentas complexas e, portanto, devem ter seus detalhes e especificações técnicas estudados.

Compatibilidade dos sistemas, fluidez e funcionamento das máquinas e frequência de atualizações são alguns dos aspectos que devem ser analisados criteriosamente antes da tomada de decisão.

Adaptação do sistema

Uma empresa deve sempre escolher um sistema que seja compatível com o seu perfil. Isso não só melhora o custo do investimento, mas também o torna mais escalável e dinâmico. Afinal, um sistema de gestão incompatível com as necessidades da empresa pode gerar dores de cabeça.

Suporte e acompanhamento

A desenvolvedora deve ser capaz de adaptar o software ao perfil de uma corporação. O ERP deverá funcionar com os sistemas legados já existentes para garantir a sua melhor adaptação às rotinas corporativas. O suporte técnico, seja local ou remoto, deve estar pronto para agir em prol da empresa sempre que solicitado.

É inegável que os softwares bem planejados às necessidades da empresa oferecem inúmeras vantagens à gestão. Contudo, é ideal contar com empresas e profissionais especializados para desenvolverem soluções sob medida, garantindo o funcionamento e acompanhamento durante todo o processo de testes e implementação da ferramenta.

 

Compugraf

Especialista em segurança de dados e certificada por parceiros reconhecidos mundialmente, a Compugraf está pronta para proteger sua empresa na era digital.

O que procura?