Ana Elisa Abddala Rocha 19 de abril de 2024

Criptografia de dados: a importância e os benefícios na segurança empresarial 

No cenário atual, onde os ataques cibernéticos estão se tornando cada vez mais sofisticados, a criptografia de dados é fundamental para garantir a segurança das informações sensíveis e criar um ambiente de negócio protegido. 

Este artigo explora a importância da criptografia como um pilar essencial da cibersegurança empresarial, abordando seus benefícios e a implementação prática dessa estratégia para destacar sua relevância atualmente. 

Compreendendo a criptografia de dados 

A criptografia de dados é uma técnica utilizada para proteger informações sensíveis, tornando-as ilegíveis para qualquer pessoa que não tenha autorização para acessá-las. Ela envolve a conversão de dados em um formato codificado ou cifrado, utilizando algoritmos matemáticos e chaves de criptografia. 

De maneira simplificada, funciona da seguinte forma: 

  • o emissor da mensagem utiliza um protocolo de proteção; 
  • a mensagem é transmitida para o destinatário que possui uma chave capaz de decifrá-la; 
  • a mensagem é decifrada e o destinatário acessa seu conteúdo. 

Engana-se quem pensa que essa técnica é novidade. Para se ter ideia, os imperadores do Antigo Egito a utilizavam para se comunicar com seus generais. Desse modo, os inimigos não poderiam entender os seus conteúdos. Na época, a estratégia adotada era a de trocar a letra do alfabeto por aquela que vinha três vezes à sua frente, onde o “A” seria substituído pelo “D”, o “B” pelo “E” e assim sucessivamente. 

Os diferentes tipos de criptografia de dados 

Simétrica: nesse método, a mesma chave é usada tanto para criptografar quanto para descriptografar os dados. Isso significa que tanto o remetente quanto o destinatário precisam ter acesso à mesma chave secreta. Embora seja eficiente em termos de velocidade e recursos computacionais, a distribuição segura da chave simétrica entre as partes é um desafio significativo. 

Assimétrica: nesse método, são usadas duas chaves distintas, uma pública e uma privada. A chave pública é usada para criptografar os dados, enquanto a chave privada é usada para descriptografá-los. Isso permite que qualquer pessoa envie mensagens criptografadas para um destinatário, que pode então descriptografá-las com sua chave privada exclusiva. A criptografia assimétrica é mais segura em termos de distribuição de chaves, pois a chave privada nunca precisa ser compartilhada. 

Funções de hash: nesse método a função de hash criptográfica (CHF) atua como uma equação usada para verificar a validade de dados. Ela tem muitas aplicações, principalmente em segurança da informação (por exemplo, autenticação de usuário). Um CHF traduz dados de vários comprimentos — a mensagem — em uma string numérica de tamanho fixo — o hash. Um CHF é um trabalho de direção única, tornando difícil reverter para recriar as informações usadas para criá-lo. 

Criptografia x cibersegurança 

Com o aumento das ameaças cibernéticas, que vão desde roubo de identidade até ataques cibernéticos mais complexos, o papel da criptografia na cibersegurança nunca foi tão crucial. Ela fornece as camadas essenciais de confiança e segurança necessárias para o funcionamento de nossa sociedade digital, desde a segurança de transações online até a proteção de dados governamentais sensíveis.  

A criptografia serve a três propósitos básicos na cibersegurança, sendo eles: 

Confidencialidade: através da criptografia, garante-se que apenas indivíduos autorizados possam acessar os dados, mantendo-os seguros contra curiosos e entidades não autorizadas. 

Integridade: as funções de hash criptográfico garantem que os dados permaneçam inalterados da fonte ao destino. Qualquer alteração intencional ou não é imediatamente aparente, permitindo uma ação corretiva rápida. 

Autenticação: por meio de assinaturas digitais e certificados, a criptografia verifica a identidade de indivíduos ou sistemas envolvidos na comunicação, impedindo ataques de falsificação ou spoofing. 

> Leia mais: Top 8 tendências de cibersegurança para 2024 

 A importância de inspecionar o tráfego criptografado 

Uma das aplicações mais comuns da criptografia é a segurança da comunicação pela internet. Vários protocolos utilizam técnicas criptográficas para garantir que os dados transferidos pelas redes estejam protegidos contra interceptação e adulteração, como o uso de SSL/TLS no HTTPS (Hypertext Transfer Protocol Secure), que fornece segurança para o tráfego web contendo informações sensíveis. Embora isso seja valioso para a privacidade do usuário, também é útil para cibercriminosos. Malwares estão cada vez mais usando o HTTPS para esconder suas comunicações de comando e controle. 

O SSL/TLS é um protocolo de rede projetado para fornecer segurança adicional a outros protocolos inseguros usando criptografia. É comumente usado no HTTPS para garantir o tráfego web seguro, mas o uso generalizado do HTTPS por malwares torna a inspeção SSL um componente essencial da estratégia de cibersegurança de uma organização. 

Benefícios para a segurança empresarial 

Proteção de dados sensíveis 

A criptografia garante que informações críticas permaneçam inacessíveis para indivíduos não autorizados, prevenindo violações de dados e vazamentos de informações confidenciais, mesmo quando ocorrer alguma invasão em sua empresa. Isso porque, as informações se tornam incompreensíveis a ponto de não possuírem qualquer utilidade para os criminosos. 

Proteção de transações financeiras 

A criptografia é fundamental para proteger transações financeiras online, garantindo que as informações de pagamento sejam protegidas contra fraudes e roubo de identidade. 

Conformidade regulatória 

Em setores altamente regulamentados, como o financeiro e o industrial, a implementação adequada da criptografia de dados é essencial para cumprir normas de segurança e privacidade, evitando multas e penalidades associadas a violações de segurança de dados, além de ajudar na reputação do negócio. 

Confiança e produtividade aos colaboradores 

A criptografia facilita a colaboração segura entre os colaboradores, permitindo que compartilhem informações confidenciais com colegas de equipe, parceiros comerciais e clientes sem comprometer a segurança dos dados. Isso promove um ambiente de trabalho colaborativo e eficiente, onde as informações podem ser trocadas mais livremente, sabendo que estão protegidas contra interceptação ou manipulação por terceiros não autorizados. 

Fortalecimento da reputação da marca 

Ao demonstrar um compromisso sólido com a proteção dos dados dos colaboradores e dos clientes por meio da criptografia, as empresas aumentam a confiança dos consumidores e preservam sua reputação no mercado. 

Práticas recomendadas para empresas 

A primeira e mais crucial entre as melhores práticas é definir com precisão qual técnica criptográfica se adequa melhor ao seu negócio. Também é fundamental enfatizar a importância de manter os algoritmos atualizados regularmente, garantir uma gestão segura das chaves e protegê-las adequadamente. Essas medidas são essenciais para proteger todos os dados sensíveis, tanto em backup quanto em trânsito. 

Além disso, é imprescindível que as organizações estejam atualizadas com os mais recentes padrões de criptografia e diretrizes de políticas de proteção de dados, como a LGPD, para garantir a conformidade regulatória e evitar possíveis penalidades. 

Por fim, uma abordagem eficaz à criptografia deve ser flexível e adaptável às mudanças em um cenário de segurança cibernética em constante evolução, onde os riscos estão em constante crescimento. É crucial que a estratégia seja capaz de se ajustar rapidamente e se manter robusta frente às ameaças emergentes. 

> Leia mais: O papel do CISO contemporâneo 

Integrando criptografia nas operações comerciais 

A implementação da criptografia de dados apresenta desafios específicos, como lidar com a complexidade do controle das chaves, a necessidade de hardware especializado para as operações e garantir verificações de segurança eficazes sem comprometer a experiência do usuário final. Além disso, as regulamentações governamentais sobre proteção de dados devem ser seguidas, o que muitas vezes requer protocolos específicos para garantir conformidade sem interromper os processos operacionais.  

Integrar soluções de criptografia à infraestrutura de TI existente é um processo delicado que exige planejamento cuidadoso e pessoal com habilidades adequadas. A chave para uma estratégia eficaz está em sua abrangência e adaptabilidade às necessidades específicas da organização. 

Conte com a CG para te apoiar nesse desafio. Com mais de 40 anos de expertise no mercado, sabemos exatamente como proteger o seu negócio das mais avançadas ameaças cibernéticas. Desenvolvemos e gerenciamos soluções de Redes, Cibersegurança e Gerenciamento Integrado de Riscos, conforme as práticas e os padrões de segurança do framework de cibersegurança do NIST. 

Converse com um de nossos especialistas para saber mais. 

Acesse também nossas redes sociais: LinkedIn, Instagram, YouTube e TikTok. 

Compugraf

Especialista em segurança de dados e certificada por parceiros reconhecidos mundialmente, a Compugraf está pronta para proteger sua empresa na era digital.

O que procura?