Maria Luiza de Araújo 28 de setembro de 2023

Como escrever código seguro: 5 melhores práticas

A segurança da informação é uma preocupação fundamental no mundo da tecnologia, e escrever código seguro é uma parte crucial para proteger aplicações, sistemas e dados contra ameaças cibernéticas.

Códigos inseguros podem levar a vazamentos de informações confidenciais, como dados pessoais de clientes, informações de cartão de crédito e segredos comerciais. Isso pode resultar em prejuízos financeiros e danos irreparáveis à reputação das empresas.

Além disso, códigos seguros apresentam menos bugs e problemas de segurança, o que significa menos tempo e recursos gastos em correções e manutenção.

Neste artigo, exploraremos as melhores práticas para desenvolver código seguro e garantir a integridade dos seus sistemas e dados.

A importância da segurança no desenvolvimento de software

Desenvolver um software seguro deve ser uma preocupação incorporada desde o início do processo de desenvolvimento. A falha em garantir a segurança do código pode levar a uma série de problemas:

  • Vazamento de dados sensíveis: senhas e informações financeiras.
  • Exploração de vulnerabilidades: códigos inseguros podem conter vulnerabilidades que os invasores exploram para ganhar acesso não autorizado e causar danos.
  • Perda da reputação: vulnerabilidades de segurança podem prejudicar a reputação da organização e a confiança de seus clientes.
  • Prejuízos financeiros: corrigir vulnerabilidades de segurança após o lançamento pode ser demorado e caro.

Além dessas preocupações, é fundamental incorporar os padrões de conformidade ao processo de desenvolvimento, já que isso impacta na segurança. Esses padrões influenciam diretamente os padrões de codificação, fornecendo aos desenvolvedores uma abordagem para identificar e mitigar riscos.

Uma das iniciativas de segurança mais importantes relacionadas ao desenvolvimento de software é o padrão de codificação CERT C. É uma prática altamente recomendada para assegurar que o código seja consistente, legível e de fácil compreensão por qualquer desenvolvedor e que as revisões de código sejam eficientes.

O objetivo do padrão de codificação seguro não se limita apenas à detecção de riscos de segurança, mas também a fornecer recomendações de como melhorar a qualidade do código.

5 práticas para escrever código seguro

  1. Faça correções regulares
    Mantenha bibliotecas, frameworks e dependências atualizadas. As atualizações frequentes incluem correções de segurança que protegem contra vulnerabilidades.
  1. Siga o princípio de privilégio mínimo
    Atribua as permissões mínimas necessárias aos componentes do sistema, incluindo usuários, serviços e processos. Evite conceder privilégios excessivos que possam ser explorados por invasores.
  1. Faça testes de segurança
    Identificar vulnerabilidades em estágios iniciais pode prevenir grandes problemas no futuro. Por isso, realize testes de segurança regulares, incluindo testes de penetração e análises de código estático e dinâmico.
  1. Revise o código
    Realize revisões de código para identificar e corrigir problemas de segurança antes que o código seja implantado. Essa prática também ajuda a detectar vulnerabilidades que podem ser mais facilmente negligenciadas.
  1. Implemente ferramentas de análise
    Analise o seu código-fonte com a ajuda de ferramentas que identificam, rastreiam e reparam falhas técnicas. O SAST da Checkmarx, por exemplo, identifica vulnerabilidades de segurança conhecidas para cada linguagem de programação, fornecendo resultados de análise em relatórios e diretrizes para correção. Acesse o white paper que preparamos para saber mais sobre a solução.

Além dessas práticas, é importante estar ciente das ameaças de segurança recentes. Lembre-se também de que a segurança do seu código é um processo contínuo que requer atenção constante durante todo o ciclo de vida de desenvolvimento do software.

E você, tem adotado estratégias e ferramentas para proteger seu código?

Se este artigo foi útil, assine nossa newsletter para receber mais conteúdos inéditos sobre cibersegurança e privacidade de dados.

 

Compugraf

Especialista em segurança de dados e certificada por parceiros reconhecidos mundialmente, a Compugraf está pronta para proteger sua empresa na era digital.

O que procura?